Segunda-feira, Outubro 3, 2022

Pub

Quinta de Maderne
InícioOpiniãoDA PROSPEÇÃO À MORTE LENTA

DA PROSPEÇÃO À MORTE LENTA

Rodeado de pinheiros e eucaliptos, erguia-se um edifício no alto do Seixoso. Era um sanatório, onde tuberculosos procuravam recuperação, respirando aquele ar puro que lhes daria saúde. Mais tarde, o mesmo edifício foi recuperado como estância de repouso, e atraídos pelos seus belos ares, paisagem e água cristalina, as mais ilustres figuras nacionais e estrangeiras do início do século XX vieram passar temporadas ao Seixoso.

Mas hoje não vos venho falar do passado, venho falar-vos do futuro (ou da falta dele).

Em breve, no nosso Seixoso, no pulmão da Lixa, será iniciada a fase de prospeção de lítio, e se houver lítio, não haverá retorno, a exploração começará.

O monte verde do Seixoso que aconchega a Lixa será uma triste depressão, um buraco, destruído por máquinas pesadas e ruidosas que roubam o minério ao solo. O chão fértil e as águas serão contaminadas. As nossas culturas, a vinha, o vinho verde, perderão qualidade. E como serão julgados pelo mercado competitivo os produtos agrícolas nas proximidades de uma mina de lítio? Serão preteridos, serão desvalorizados. Vivemos numa região de turismo rural. Quem quererá vir passar uns dias de lazer à beira de umas minas? Eu não quereria de certeza. O turismo regional será arruinado. Quanto acha que vale a sua casa? Provavelmente passará a valer menos de metade, porque ninguém lhe dará o que pede por ela. Ninguém quer viver nas imediações de uma mina.

Mas sabem o que ainda será pior? A diminuição da qualidade do ar. Haverá no ar poeiras que a escassos quilómetros de distância, com o vento e com o vai vem de transportes pesados que levarão o minério, viajarão até aos parques onde os nossos filhos andam de baloiço, até ás ruas que cruzamos todos os dias, entrarão pelas janelas abertas das nossas casas. Vão ser essas poeiras que vamos respirar, micropartículas que podem trazer doenças pulmonares ou agravar doenças respiratórias em pessoas que já as tenham.

Desengane-se quem acha que o lítio é “uma galinha dos ovos de ouro”, ao contrário, poderá ser a nossa miséria. Para nós ficará um solo devastado, as águas contaminadas, um ar impuro. O lítio até pode ser o ouro dos tempos modernos, mas não para as populações onde é extraído; é-o para multinacionais da indústria eletrónica e automóvel.

Apelo a toda a comunidade da região que se envolva nesta causa. Temos todos muito a perder e nada a ganhar. É importante que todos percebam que não interessa cores partidárias, não interessa bairrismos, desavenças devem ser colocadas de parte porque todos temos de nos unir. Todos estamos juntos e só todos poderemos impedir esta morte lenta, defendendo em união o maior bem que temos nesta vida: a nossa saúde, a nossa Terra, o legado e o lugar que deixamos aos nossos filhos.

Pub

Teco

Mais Populares

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas