PUB
Inicio Opinião Felgueiras em modo mediático

Felgueiras em modo mediático

Estamos em final de ano, na passagem para o ano novo de 2021. Em tempo de recomeço, após o difícil ano 2020 prestes a findar. Ainda com alguma angústia do tempo de confinamento social vivido, ansiando por nova liberdade. Porque a vida é feita de afetos vivenciados, não se querendo de nada só uma metade.

Pois então, no recolhimento de nosso habitat ainda mais se sentiu o que ser de e por Felgueiras, no mediatismo atingido quer pelo início da pandemia por estas bandas, como pela evolução de toda a situação. Sendo que Felgueiras era tema na comunicação social quando atingia níveis elevados, mas já zona esquecida quando a incidência de Covid-19 diminui em Felgueiras.

Tal como noutros tempos era terra conhecida pelo saco azul, mas olvidada como empório
do calçado e pão de ló. E inclusive foi região marcada pelo medo do sr. Presidente da República que resolveu confinar-se por ter estado com alunos duma escola da região do primeiro surto pandémico, mas não teve receio de pouco depois conviver publicamente
num célebre espetáculo no Campo Pequeno, na capital do país obviamente, entre outros exemplos. Contudo, entre umas e outras situações, Felgueiras conseguiu alevantar-se em termos mediáticos, como no ditado popular que enquanto o pau vai e vem folgam as costas…

Tendo, apesar de tudo isso, e mais, ainda sido possível fazer com que o nome Felgueiras chegasse a todo o lado por bons motivos, como foi o caso da cidade de Felgueiras ter sido ponto de referência da Volta a Portugal em bicicleta, algo que é de grande apreço entre boa maioria das pessoas.

Conforme o acontecimento de ter sido em Felgueiras o início duma etapa dessa grande prova de impacto nacional, de mais a mais com uma equipa do pelotão português detendo
fortes afinidades felgueirenses. Ainda que isso possa não agradar a todos, podendo haver quem goste mais do desporto competitivo das bicicletas e outros do lazer de lambretas,
mas com reconhecimento normal da importância de cada qual.

Ora 2020 ficou assim marcado por esse surto pandémico que alterou a vida das pessoas e tudo quanto faz o mundo pular e avançar. Tendo mesmo tido começo quase de seguida à
apresentação pública do livro sobre (conforme é intitulado) “Ciclistas de Felgueiras”, algo que fez convergir atenções e trouxe até à Biblioteca de Felgueiras pessoas dos meios desportivos do país. Quando foi anunciado que passou a estar em território de Felgueiras a sede organizativa da equipa de ciclismo W52-FC Porto, na terra natal de Adriano Quintanilha, o principal patrocinador da mesma equipa azul e branca do Porto, na parceria institucional dessa firma com o grande clube nacional.

Vacinados ou não, de permeio, perante ocorrências derivadas, anseia-se agora que com a próxima vacinação contra o malfadado vírus, seja erradicada a pandémica Covid-19 e tudo e todos possamos voltar à normalidade. Até porque com o aproximar das eleições autárquicas, que já pairam no horizonte a alguma distância, os temas de interesse felgueirense mais voltarão à baila, agora e então no âmbito restrito do nosso meio natural.
Sem nunca o ego felgariano estar saciado, mas podendo colher frutos de melhor reconhecimento.

PUB
PUB
PUB

Mais Populares

Atleta terá demonstrado que não estava em condições de continuar o Trail

Já começam a surgir alguns relatos sobre os últimos momentos, em que Marílio Costa Leite, foi visto. Segundo o...

“Os cidadãos não precisam de qualquer declaração para saírem do concelho”

Na sequência das medidas especiais decretadas para Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, há várias questões que os cidadãos têm colocado.

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas

Parque de Lazer da Eufrásia em Sendim aberto ao público este sábado

Foi aberto ao público, este sábado, pelas 16h00, o Parque de Lazer da Eufrásia, na Rua da Igreja, em Sendim.

Governo recua: Bares vão abrir no domingo

Os bares podem reabrir domingo com regras dos restaurantes. Discotecas só em outubro. Apesar de o Primeiro Ministro, António Costa ter afirmado...