PUB
Inicio Opinião O que nos distingue: a Memória

O que nos distingue: a Memória

Pois é! Este ano, o dia de Todos os Santos e o Dia dos Fiéis Defuntos foi alvo de discussão e o fim-de-semana foi marcado por várias restrições à mobilidade e à liberdade das pessoas.

O primeiro dia de Novembro é marcado pela visita de milhares de portugueses aos cemitérios, que nesta altura estão asseados e enfeitados.

É uma data em que se recordam os amigos e familiares que já partiram. Esta homenagem aos mortos é um acontecimento global e é vivido de diferentes formas um pouco por todo o mundo, por cá, costuma ser um dia saudoso e triste.

Este ano a excepção foi a proibição das idas a grande parte dos cemitérios. E é a propósito deste dia que escrevo, porque apesar desta proibição “momentânea” todos os dias são dias para recordar os nossos familiares, amigos e pessoas especiais que já partiram.

Hoje, particularmente, dia 6 de Novembro, é um dia que recordo com muita tristeza, com muita saudade.

Há precisamente 8 anos perdi um primo muito especial, que me perdoem todos os outros, que são muitos, mas perdi o meu Artur, o primo com quem vivi tantos momentos bons e com quem partilhava o sentido da vida.

Presto mais uma vez uma homenagem a um grande homem, com um grande coração, de fortes convicções, de valores e projectos de vida. Uma pessoa que se dedicou a várias causas, que se disponibilizou em contribuir para a sua freguesia de Várzea, para Felgueiras e a fazer o bem.

De facto, é a memória que fica, é a memória que nos distingue, é a família e a transmissão de valores que nos fazem pessoas dignas. Que estes momentos difíceis nos lembrem que devemos ter memória, que podemos homenagear os que já cá não estão, mas que cá deixaram valores.

Que a memória nos dê capacidade de avaliar e decidir melhor, a bem da família, a bem da vida.

Que possamos recordar os “nossos” todos os dias, comungar dos seus bons propósitos todos os dias e “visitá-los” sempre..em Memória!

PUB
PUB

Mais Populares

“Os cidadãos não precisam de qualquer declaração para saírem do concelho”

Na sequência das medidas especiais decretadas para Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, há várias questões que os cidadãos têm colocado.

Fábrica de calçado em Torrados encerra e deixa mais de 100 trabalhadores no desemprego

Uma fábrica de calçado, na freguesia de Torrados, encerrou na manhã de terça-feira. A que o SF apurou...

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas

Hélder Pedro abandona FC Felgueiras

O médio Hélder Pedro deixou de fazer parte do plantel do FC Felgueiras. O jogador felgueirense chegou a acordo com a administração...

Orçamento para o ano de 2021 aprovado com votos contra do PSD

O orçamento para o ano de 2021 foi aprovado, esta quarta-feira, em reunião de Câmara, com os votos contra do PSD.