PUB
Inicio Política "O potencial da Lixa não está a ser aproveitado e reconhecido"

“O potencial da Lixa não está a ser aproveitado e reconhecido”

ANA OLÍVIA SOUSA
CANDIDATA DA COLIGAÇÃO ‘JUNTOS POR FELGUEIRAS’ À UNIÃO DE FREGUESIAS DE VILA COVA DA LIXA E BORBA DE GODIM

Que motivações estiveram na origem da sua candidatura?
Como escreveu António Nobre, poeta com raízes em Borba de Godim e onde viveu sete anos: “Moinhos ao vento! Eiras! Solares!/ Antepassados! Raios! Luares!/ Tudo isso eu guardo, aqui ficou: Ó paisagem etérea e doce. Depois do Ventre que me
trouxe /A ti devo tudo o que sou!” Lutar por uma Lixa melhor, mais reconhecida
e mais próspera, recuperar o seu enorme património cultural, contribuir para a sua recuperação e evolução é a minha humilde forma de retribuir o que dela recebi.

Quais são as linhas mestras do seu projeto político?
Trabalhar com uma equipa dinâmica, que combina juventude e experiência,
priorizando o saber ser e o saber fazer para com a população.

Qual é a obra, projeto ou ideia de maior relevância da sua candidatura?
Um projeto de modernidade, com foco nas áreas de ação social, desporto, juventude, ambiente e cultura. Sem esquecer os mais velhos, aproveitando a sua sabedoria e proporcionando atividades que os façam sentir úteis e felizes. Recuperar o património cultural material e imaterial da Lixa.

A Lixa é o segundo polo urbano do concelho. Na sua opinião, o que mais
falta na cidade?

Um espaço cidadão de apoio à população, com todos os serviços, que outrora tivemos e nos foram retirados. E, não menos importante, cultura.

Uma das ideias que defende é a recuperação do bairrismo e autoestima que parecem ter perdido força nos últimos anos. De que forma é possível isso?
Recuperando a nossa cultura. A Lixa é de uma riqueza cultural e associativa enorme e esse potencial não está a ser aproveitado e reconhecido. Criando espaços de lazer, sobretudo para os mais jovens e para os seniores, valorizando o que de melhor temos nas nossas freguesias e, sobretudo, ouvindo a população. Apostar, essencialmente, na juventude, fazer com que os jovens sejam chamados aos espaços públicos para debater as suas preocupações, as suas visões e apresentem os seus projetos, para que, assim, consigamos a sua fixação na terra. É neles que depositamos toda a esperança para que sejam o principal motor de dinamização e futuro da nossa terra. A União de Freguesias é composta por Vila Cova, onde se concentra a maior parte da
população e serviços, e Borba de Godim, sendo está uma freguesia mais rural. Há quem reclame maior equilíbrio no investimento.

«Depois do Ventre
que me trouxe,
devo à Lixa
tudo o que sou»

O que distingue a sua candidatura das demais em relação a esse aspeto?
Apesar de Vila Cova ter 63% da população, em contrapartida Borba de Godim é maior freguesia em área do concelho de Felgueiras, não posso, nem devo considerar somente rural, porque o centro da cidade é composto pelas duas freguesias em equidade em termos de área. O que posso dizer, é que existe um potencial enorme em termos de recursos, tanto urbanísticos, como em recursos naturais, dos quais pretendemos elaborar projetos que realcem e deem a conhecer a beleza oculta que existe, e que assente num projeto global para a União de Freguesias de Vila Cova da Lixa e Borba de Godim. A minha candidatura quer reverter o panorama de esquecimento em que a freguesia de Borba de Godim se encontra. Acima de tudo, pretendemos estabelecer o equilíbrio entre as duas freguesias.

Hoje em dia as políticas direcionadas para as pessoas são valorizadas pelos eleitores? Enumere as principais da sua candidatura, especialmente as direcionadas para crianças, jovens e idosos?
Temos como objetivos a criação do projeto “Seniores em Movimento-Coração Ativo”, para a promoção de atividades ocupacionais de envelhecimento ativo, através de expressões artísticas e de práticas desportivas. Projeto “Educação para todos”, promovendo atividades interdisciplinares e projetos na comunidade, integração
ativa dos jovens nas atividades culturais, desportivas, artísticas e de ação social.

«Não tivemos um
presidente de junta
capaz de lutar pelas
nossas freguesias
com a garra
necessária»

Enumere as linhas essenciais do seu manifesto sobre as seguintes áreas: juventude, desporto, ambiente e qualidade de vida.
Na juventude, queremos incentivar os jovens da Lixa a participar nos eventos culturais, nas práticas desportivas, no associativismo, na ajuda ao cuidado dos animais. Apoiando as atividades educativas das Escolas das Freguesias. No desporto, defendemos a construção de um polidesportivo, que permita a prática de vários desportos. No que toca ao ambiente, queremos a plantação e conservação do maior número possível de árvores nas freguesias, limpeza e lavagem de tanques/fontanários públicos, controlo periódico da água, despoluição de ribeiras e
regatos, limpeza contínua de estradas, ruas, caminhos e sumidouros e o alargamento da rede de Ecopontos. Quanto à qualidade de vida, ao defender o ambiente e o desporto estamos a proporcionar melhor qualidade de vida. Insistiremos com o Município de Felgueiras para a construção da rede de água e saneamento em falta,
lutaremos pelo alargamento da cobertura de gás natural e comunicações, iluminação pública. No que diz respeito ao envelhecimento ativo, queremos promover atividades ocupacionais através de expressões artísticas e de práticas desportivas, fomentar o poio social, com a criação de loja social para os mais desfavorecidos.

Que relação terá, se for eleita, com as instituições, associações e clubes locais?
Apoiaremos o associativismo e a organização de eventos desportivos, sociais
e culturais.

Que balanço faz do mandato que está a terminar?
Não posso considerar positivo. Não tivemos um presidente de junta capaz de lutar pelas nossas freguesias com a garra necessária, nem soube criar condições para aproveitar os protocolos que a Câmara Municipal, se propunha celebrar com as juntas de freguesia, na apresentação de novos projetos. Nos últimos quatro anos não foi apresentado um único projeto, situação essa que levou as nossas freguesias deixassem de receber cerca 140.000 mil euros, que iriam servir, certamente, para solucionar muitas carências em diversas áreas. Por outro lado, obteve tanta receita proveniente da concessão de sepulturas e jazigos devido á ampliação do cemitério
pelo anterior executivo. Este executivo limitou-se apenas a apresentar obras já aprovadas e projetadas pelo anterior mandato da Câmara Municipal, que estão a ser realizadas em vésperas de eleições, e muitas delas à pressa. A Lixa merecia ter sido defendida com garra e mais respeito.

Concorda com a construção do Parque Infantil junto à Igreja ou defende outro local?
Não concordo, e não somos os únicos. Ainda na última Assembleia Municipal, a bancada do PSD opôs-se à localização do mesmo e, lamentavelmente, apenas o Prof. José Campos, presidente da Assembleia Municipal e recandidato votou contra. Juntou-se às críticas do PSD sobre o local da construção do parque infantil, junto à igreja e à Capela Mortuária e fez muito bem. Defendemos a sua localização, num espaço mais amplo, como por exemplo na Praça do Comércio.

Que mensagem final gostaria de deixar ao eleitorado?
Não fazemos promessas, apontamos caminhos, o nosso objetivo é ter uma União de freguesias independente, livre e abrangente. Aberta, viva e interessada, onde todos cabem e da qual todos fazem parte. Por isso contamos com todos, porque juntos somos mais fortes para conseguimos ter de volta a nossa Lixa. Como dizia o nosso distinto e ilustre conterrâneo Dr. Leonardo Coimbra: “O homem não é uma inutilidade num mundo feito, mas obreiro de um mundo a fazer”. Permitam-me ser uma obreira da minha amada Lixa, elegendo-me presidente da União das Freguesias de Vila Cova da Lixa e Borba de Godim.

PUB
PUB
PUB
PUB

Mais Populares

Atleta terá demonstrado que não estava em condições de continuar o Trail

Já começam a surgir alguns relatos sobre os últimos momentos, em que Marílio Costa Leite, foi visto. Segundo o...

“Os cidadãos não precisam de qualquer declaração para saírem do concelho”

Na sequência das medidas especiais decretadas para Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, há várias questões que os cidadãos têm colocado.

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas

Caminhada em Jugueiros para assinalar o Dia das Bruxas

O Dia das Bruxas vai ser assinalado em Jugueiros. A Associação da Casa do Povo de Jugueiros...

José Campos reeleito presidente da Assembleia Municipal

José Campos foi reeleito presidente da Assembleia Municipal de Felgueiras. O PSD, derrotado nas Autárquicas, não apresentou lista na...