PUB
Inicio Opinião Dar Afetos e não Presentes

Dar Afetos e não Presentes

O mundo ficava muito ocupado com a azáfama da compra de presentes, as roupas cheias de brilho para os inúmeros jantares de Natal e os convites para festas caíam como Pingos da chuva que é tão comum nesta época. Estes eventos tornaram-se nas principais razões para a celebração do Natal.

E agora? E hoje?

Hoje fomos obrigados a dirigir o nosso coração para o verdadeiro sentido de Natal.

Não deixemos que o nosso egoísmo estrague tudo, as festas com os amigos não podem existir, e as festividades com a família alargada terão de ser adiadas.

Que o espírito natalício desperte em cada um de nós a solidariedade, a entreajuda, trazendo à flor da pele toda a sensibilidade e o que há de melhor em cada um de nós.

Que o nosso egoísmo não esqueça as dificuldades económicas, as incertezas, a perda, o receio da doença, a falta de saúde, o cansaço e o desgaste psicológico de tantos.

Se assim for, o nosso coração pode direcionar-se para o verdadeiro Natal, para a época de esperança, de ainda mais união e solidariedade.

Neste ano atípico, repleto de restrições e sacrifícios em benefício do bem de toda a comunidade, quando a noite do dia 24 de dezembro cair, que as luzes de Natal encham o vosso coração de tranquilidade e de qualidade à família, ainda que com o agregado familiar mais reduzido fisicamente, mas sempre presente emocionalmente.

Quando olharem pela janela e as luzes dos carros ofuscarem o vosso olhar não serão as últimas compras, poderá ser o regresso a casa ou ida para o trabalho da Conceição, da Graciosa, da Iola, da Rosa, da Carla, do Joaquim, da Susana, da  Cláudia, da Raquel, da Patrícia, do Tiago, da Liliana , da Carina ou do Teixeira e de tantos outros  que mesmo nestes dias festivos se ocupam a cuidar de quem mais precisa… Há sempre gente que cuida de gente.

Que o brilho do Natal esteja refletido no olhar dos vossos filhos e que a magia esteja em cada rasgo da sua inocência.

Nada será mais belo neste Natal do que a dádiva de o poder viver.

Que as nossas mesas nos tragam a doçura que tanto precisamos e os nossos brindes nos façam inebriar e ver um mundo melhor, para que nesta noite mágica possamos sonhar com tudo o que ainda de bom temos para viver e atingir.

O nosso desejo é que esta época tenha ensinado e ajudado a valorizar a importância de estar presente, de valorizar pequenos gestos.

Aproveitem o tempo em família! Nada pode compensar, nem substituir os afetos. Que este tempo nos tenha ensinado a oferecer afetos e não presentes. Que não falte alegria, festa e amor em todos os lares.

Muda o Mundo, muda a forma, mas permanece a preocupação de Cuidar de Si.

Votos de Festas Felizes de toda a equipa UCC Felgueiras

Enfermeiras Carla Costa e Liliana Miranda

PUB
PUB
PUB
PUB

Mais Populares

Atleta terá demonstrado que não estava em condições de continuar o Trail

Já começam a surgir alguns relatos sobre os últimos momentos, em que Marílio Costa Leite, foi visto. Segundo o...

“Os cidadãos não precisam de qualquer declaração para saírem do concelho”

Na sequência das medidas especiais decretadas para Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, há várias questões que os cidadãos têm colocado.

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas

Militantes da Concelhia de Felgueiras dão vitória a Rui Rio

Rui Rio obteve 133 votos na eleição para líder do PSD na Concelhia de Felgueiras. Em Paulo Rangel votaram...

Spinning Marketplace, um evento desportivo e solidário para ajudar a Cercifel

O Spinning Marketplace vai decorrer no próximo dia 18 de dezembro, no Mercado Municipal de Felgueiras. Trata-se de um...