PUB
Inicio Opinião Dar Afetos e não Presentes

Dar Afetos e não Presentes

O mundo ficava muito ocupado com a azáfama da compra de presentes, as roupas cheias de brilho para os inúmeros jantares de Natal e os convites para festas caíam como Pingos da chuva que é tão comum nesta época. Estes eventos tornaram-se nas principais razões para a celebração do Natal.

E agora? E hoje?

Hoje fomos obrigados a dirigir o nosso coração para o verdadeiro sentido de Natal.

Não deixemos que o nosso egoísmo estrague tudo, as festas com os amigos não podem existir, e as festividades com a família alargada terão de ser adiadas.

Que o espírito natalício desperte em cada um de nós a solidariedade, a entreajuda, trazendo à flor da pele toda a sensibilidade e o que há de melhor em cada um de nós.

Que o nosso egoísmo não esqueça as dificuldades económicas, as incertezas, a perda, o receio da doença, a falta de saúde, o cansaço e o desgaste psicológico de tantos.

Se assim for, o nosso coração pode direcionar-se para o verdadeiro Natal, para a época de esperança, de ainda mais união e solidariedade.

Neste ano atípico, repleto de restrições e sacrifícios em benefício do bem de toda a comunidade, quando a noite do dia 24 de dezembro cair, que as luzes de Natal encham o vosso coração de tranquilidade e de qualidade à família, ainda que com o agregado familiar mais reduzido fisicamente, mas sempre presente emocionalmente.

Quando olharem pela janela e as luzes dos carros ofuscarem o vosso olhar não serão as últimas compras, poderá ser o regresso a casa ou ida para o trabalho da Conceição, da Graciosa, da Iola, da Rosa, da Carla, do Joaquim, da Susana, da  Cláudia, da Raquel, da Patrícia, do Tiago, da Liliana , da Carina ou do Teixeira e de tantos outros  que mesmo nestes dias festivos se ocupam a cuidar de quem mais precisa… Há sempre gente que cuida de gente.

Que o brilho do Natal esteja refletido no olhar dos vossos filhos e que a magia esteja em cada rasgo da sua inocência.

Nada será mais belo neste Natal do que a dádiva de o poder viver.

Que as nossas mesas nos tragam a doçura que tanto precisamos e os nossos brindes nos façam inebriar e ver um mundo melhor, para que nesta noite mágica possamos sonhar com tudo o que ainda de bom temos para viver e atingir.

O nosso desejo é que esta época tenha ensinado e ajudado a valorizar a importância de estar presente, de valorizar pequenos gestos.

Aproveitem o tempo em família! Nada pode compensar, nem substituir os afetos. Que este tempo nos tenha ensinado a oferecer afetos e não presentes. Que não falte alegria, festa e amor em todos os lares.

Muda o Mundo, muda a forma, mas permanece a preocupação de Cuidar de Si.

Votos de Festas Felizes de toda a equipa UCC Felgueiras

Enfermeiras Carla Costa e Liliana Miranda

PUB
PUB

Mais Populares

“Os cidadãos não precisam de qualquer declaração para saírem do concelho”

Na sequência das medidas especiais decretadas para Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, há várias questões que os cidadãos têm colocado.

Fábrica de calçado em Torrados encerra e deixa mais de 100 trabalhadores no desemprego

Uma fábrica de calçado, na freguesia de Torrados, encerrou na manhã de terça-feira. A que o SF apurou...

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas

Animais envenenados em Idães

Na zona do Retiro, Salgueirinhos e Granja têm sido envenenados animais domésticos, informou a Junta de Freguesia de Idães.

Alerta: Os ginásios GO FITNESS estão sem taxas de inscrição, com seguro a 0 euros, (e preços desde 3.90€/semana)

A campanha é válida até ao fim do mês, contudo as vagas são limitadas. Com a consciência de que...