Julgamento do crime que vitimou uma mulher na Refontoura tem início em fevereiro

0
802

Um homem acusado de ter matado a sua mulher, na freguesia da Refontoura, em Felgueiras, vai começar a ser julgado no Tribunal de Penafiel, no dia 10 de fevereiro, informou esta segunda-feira fonte judicial.

O julgamento envolve um arguido acusado pelo Ministério Público no Diap da Procuradoria da República de Porto Este pela prática de um crime de homicídio qualificado agravado e de um crime de detenção de arma proibida.

De acordo com a informação que consta na página da Internet da Procuradoria-Geral Distrital do Porto do Ministério Público, no dia 6 de junho de 2022, por volta das 7h50, o arguido e suspeito, residente em Lousada, dirigiu-se à fábrica de calçado onde a esposa trabalhava, na localidade de Refontoura, em Felgueiras, acabando, na via pública, por efetuar disparos de caçadeira, atingindo-a no peito e na zona abdominal e provocando-lhe a morte face à gravidade das lesões causadas pelos disparos.

O alegado homicida entregou-se no posto da GNR de Lousada, algumas horas depois.

A vítima, Sílvia Mendes tinha 46 anos.

O arguido continua a aguardar julgamento em prisão preventiva.