Home Felgueiras ao minuto Prospeção de lítio pode avançar no Seixoso

Prospeção de lítio pode avançar no Seixoso

0
603

A prospeção de lítio pode avançar no Seixoso, na Lixa.

A Avaliação Ambiental Estratégica, promovida pela Direção-Geral de Energia e Geologia, concluiu que em seis dos oito locais analisados há condições para avançar a prospeção e pesquisa de lítio.

A informação foi confirmada esta terça-feira pelo Governo.

Nos seis locais onde é viável avançar, entre eles o Seixoso, na Lixa, inserido na área “Seixoso/Vieiros”, que abarca os concelhos de Felgueiras, Fafe, Celorico de Basto, Guimarães, Amarante e Mondim de Basto, a proposta é que haja uma redução da área inicial prevista para metade.

Segundo o Ministério do Ambiente, nos próximos 60 dias poderá avançar o concurso para atribuição de direitos às empresas para avançarem no terreno.

Só depois deste procedimento concursal e da fase de prospeção (num prazo máximo de cinco anos), poderá iniciar-se a exploração de lítio, sendo que cada um dos projetos será sujeito a Avaliação de Impacto Ambiental, diz o Ministério da tutela.

Tal como o SF noticiou, a prospeção tem preocupado a população local. A Câmara Municipal de Felgueiras, no processo de consulta pública, referiu que não se opõe à prospeção onde já existe exploração de minérios desde que seja respeitado o PDM.

As Juntas de Freguesias, de Borba de Godim e Macieira da Lixa, com território na área de prospeção, não emitiram qualquer posição.

As autarquias de Amarante e Mondim de Basto emitiram parecer desfavorável à prospeção de lítio.

Para a maioria dos especialistas “não há forma inócua de extrair lítio, o que pode ter efeitos agressivos para a saúde humana”.