Quinta-feira, Dezembro 8, 2022

Pub

Quinta de Maderne
InícioPolíticaCâmara de Felgueiras disponível para acolher família de refugiados

Câmara de Felgueiras disponível para acolher família de refugiados

O Município de Felgueiras, através de um comunicado, explicou que está disponível, para acolher uma família de refugiados afegãos no concelho.

Segundo se pode ler, a autarquia já contactou o Ministério dos Negócios Estrangeiros.

O presidente da Câmara de Felgueiras, Nuno Fonseca considera que este caso merece a solidariedade de todos.

“Não podemos ficar indiferentes ao sofrimento de tantas mulheres, crianças, homens que se veem privados de existirem em pleno”, começa por dizer.

O autarca felgueirense compromete-se a trabalhar para a total inclusão desta família.

“É quando nos deparamos com tamanhas agruras que temos que nos unir, enquanto humanidade, e demonstrar a máxima solidariedade”, rematou o autarca.

Recorde-se que os Talibãs tomaram poder no Afeganistão.

Com as tropas estrangeiras de saída do país, o sangrento atentado junto ao aeroporto indicia que os novos tempos com os talibãs no poder continuarão a ser de guerra deixando o país numa crise humanitária.

Duas explosões no aeroporto de Cabul fizeram pelo menos 90 mortos, incluindo 13 militares norte-americanos.

Lista das 29 proibições que os talibã impuseram ao sexo feminino, ao abrigo da Sharia, a lei islâmica:

  • As mulheres não podem trabalhar fora de casa, à exceção de um número reduzido de médicas e enfermeiras e apenas em alguns hospitais de Cabul.
  • As mulheres não podem sair de casa sem estarem acompanhadas pelo marido ou um parente, homem.
  • Não podem ser observadas por um médico. Perante a falta de profissionais de saúde do sexo feminino, muitas mulheres morrem sem assistência médica.
  • As mulheres não podem frequentar a escola.
  • Não podem mostrar qualquer parte do corpo em público e são obrigadas a usar burca.
  • As mulheres acusadas de ter relações sexuais fora do casamento são apedrejadas.
  • Os cosméticos estão proibidos e há relatos de mulheres a quem os talibã cortaram dedos por usarem verniz.
  • voz das mulheres não pode ser ouvida em público, nem os seus passos e estão proibidas de rir.
  • Não podem ir à janela ou à varanda de casa para não serem vistas. não podem usar as casas de banho públicas.
  • É proibido publicar imagens de mulheres em revistas ou livros, muito menos dar-lhes espaço na rádio ou na televisão.
  • As mulheres estão também impedidas de andar de bicicleta ou de mota e de praticar desporto. Esta quinta-feira, Khalida Popal, antiga capitã da equipa de futebol feminino do Afeganistão, a viver na Dinamarca apelou às jogadoras do país para que eliminem as redes sociais e fotografias, queimem os equipamentos e se escondam, para salvar a vida.
  • Nenhuma praça, rua, avenida pode incluir a palavra “mulher”.

Pub

Teco

Mais Populares

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Pub

Paulo Alves Terapias

Últimas