PUB
Inicio Sociedade Freguesias de Felgueiras vão beneficiar de parceria entre autarquia de Vizela e...

Freguesias de Felgueiras vão beneficiar de parceria entre autarquia de Vizela e Santa Casa da Misericórdia

A Santa Casa da Misericórdia de Vizela e a Câmara Municipal de Vizela estão a trabalhar num projeto em comum, segundo foi anunciado ontem. A iniciativa inclui a criação de um centro de dia para 30 pessoas e de uma residência para 59 pessoas. Está também prevista a criação de uma creche com capacidade para 60 crianças já numa fase mais posterior. O projeto vai criar 45 novos empregos.

O município e a Santa Casa vão assim fazer um investimento de 1,85 milhões de euros e contam também com o apoio do Programa de Alargamento da Rede de Equipamentos Sociais (PARES). O antigo colégio Silva Monteiro vai ser remodelado para acolher estes novos equipamentos sociais.

Avelino Pinheiro, provedor da Santa Casa, explicou à Lusa que há freguesias de Felgueiras que também vão beneficiar do projeto: “Será um lar residencial integrado num espaço verde muito interessante e que permitirá criar um pequeno hotel de charme, com quartos duplos com casa de banho, pensado para ter muito conforto e mobilidade no interior e exterior”.

PUB
PUB

Mais Populares

“Os cidadãos não precisam de qualquer declaração para saírem do concelho”

Na sequência das medidas especiais decretadas para Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, há várias questões que os cidadãos têm colocado.

Fábrica de calçado em Torrados encerra e deixa mais de 100 trabalhadores no desemprego

Uma fábrica de calçado, na freguesia de Torrados, encerrou na manhã de terça-feira. A que o SF apurou...

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas

Os portugueses estão a morrer

No fim do ano de 2020 decidi não escrever, pensando que faria um editorial de início de um novo ano de...

A Nova Ordem Eleitoral?

Após uma análise à presente campanha eleitoral para as Presidenciais de 2021 podemos concluir que estamos a assistir a uma “Trumpização”...