PUB
Inicio Felgueiras ao minuto Governo anuncia medidas mais duras e restritivas

Governo anuncia medidas mais duras e restritivas

O Governo anunciou hoje novas medidas mais restritivas no âmbito do confinamento.

-O Primeiro-Ministro, António Costa, anunciou que o comércio que pode estar aberto tem de encerrar até às 20 horas nos dias úteis e às 13 horas ao fim de semana, exceto o do ramo alimentar que deverá encerrar pelas 17 horas.

-A partir de hoje está proibida a venda de produtos alimentares, ao postigo, nos estabelecimentos que podem estar abertos do ramo alimentar.

-Os espaços de restauração nos centros comerciais devem manter-se encerrados.

-É igualmente proibida a permanência em jardins e limitado acesso a locais de grandes concentrações, como frentes marítimas.

-Os centros de dia e de convívio, bem como as universidades seniores, vão ser encerrados.

-O trabalhador que não esteja em teletrabalho necessita de uma declaração emitida pela entidade patronal para poder circular.

-As autoridades vão passar a ter um papel de maior fiscalização das medidas decretadas.

-é reposta a proibição de circulação entre concelhos ao fim de semana

-são proibidas todas as campanhas de saldos promoções ou deslocações que promovam deslocações de pessoas

PUB
PUB

Mais Populares

“Os cidadãos não precisam de qualquer declaração para saírem do concelho”

Na sequência das medidas especiais decretadas para Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, há várias questões que os cidadãos têm colocado.

Fábrica de calçado em Torrados encerra e deixa mais de 100 trabalhadores no desemprego

Uma fábrica de calçado, na freguesia de Torrados, encerrou na manhã de terça-feira. A que o SF apurou...

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas

Nuno Fonseca condena “todo o tipo de violência”

O Presidente da Câmara, Nuno Fonseca, avançou que “condena todo o tipo de violência, seja ela de que natureza for” explicando que...

Vasco Alves apresenta um voto de protesto devido a “agressões físicas” na AM

O deputado da bancada do PSD, Vasco Alves, declarou um voto de protesto relativamente a um episódio de agressão na última Assembleia...