PUB
Inicio Desporto Relvado do Lixa "em fim de vida". Equipa teve que jogar no...

Relvado do Lixa “em fim de vida”. Equipa teve que jogar no Dr. Machado de Matos

O relvado do Estádio Senhor do Amparo está “em fim de vida”. Ontem, o clube teve que utilizar o Estádio Municipal Dr. Machado de Matos para defrontar o Aliados de Lordelo. O Estádio, propriedade municipal, deixou de ter condições para uma utilização regular.

Em comunicado enviado à nossa redação, o presidente do Chega, Amândio Serrano explica que “neste domingo, já foi obrigado a jogar no Estádio Dr. Machado de Matos, devido à degradante condição do relvado que a empresa paga através de avença pela Câmara Municipal, não soube cuidar”.

Segundo Amândio Serrano trata-se de uma “irresponsabilidade por não se terem preparado para o Inverno”.

“Falta de respeito pelo clube, dizem outros, acusando a Câmara de falta de fiscalização, ou mesmo falta de vontade ignorando um clube que tantas alegrias deu e continuará a dar, mesmo com a casa ás costas, a todos os sócios Lixenses e Felgueirenses”, pode ler-se.

Segundo a mesma fonte, “o clube com 86 anos de história merece todo o respeito e uma vez que cabe à câmara municipal de Felgueiras a manutenção deste estádio, é necessário apurar responsabilidades desta situação”, terminam.

PUB
PUB

Mais Populares

“Os cidadãos não precisam de qualquer declaração para saírem do concelho”

Na sequência das medidas especiais decretadas para Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, há várias questões que os cidadãos têm colocado.

Fábrica de calçado em Torrados encerra e deixa mais de 100 trabalhadores no desemprego

Uma fábrica de calçado, na freguesia de Torrados, encerrou na manhã de terça-feira. A que o SF apurou...

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas

Os portugueses estão a morrer

No fim do ano de 2020 decidi não escrever, pensando que faria um editorial de início de um novo ano de...

A Nova Ordem Eleitoral?

Após uma análise à presente campanha eleitoral para as Presidenciais de 2021 podemos concluir que estamos a assistir a uma “Trumpização”...