PUB
Inicio Cultura Lixa é cidade há 25 anos

Lixa é cidade há 25 anos

O outro lado da história

21 de junho de 1995. Um grupo de lixenses, composto por dirigentes da Apromolixa – Associação para a Promoção da Lixa e autarcas das freguesias da então Vila da Lixa, rumou bem cedo a Lisboa para assistir na Assembleia da República à votação da elevação da Lixa a cidade. Pouco antes do meio dia, Barbosa de Melo, presidente da Assembleia da República, anunciava o que os promotores do projeto ansiavam há anos: a elevação da Lixa a cidade. Entre a comitiva lixense estava Carlos Coelho, o célebre cronista da cidade que não conteve as lágrimas nas bancadas do Hemiciclo. O projecto de lei 411/VI, cujo primeiro subscritor foi Rui Rio, atual líder do PSD, tinha começado a ser desenhado anos antes e manteve-se em segredo muitos meses. Os dirigentes da Apromolixa e os presidentes das Juntas de Freguesia de Vila Cova da Lixa, Borba de Godim e Santão, mantiveram vários contactos com o deputado eleito pelo círculo eleitoral do Porto para que patrocinasse o “sonho”. Rui Rio foi apresentado aos homens da Lixa por José Lachado, na época, autarca social-democrata no Porto, com ligações familiares à Lixa.

Além de Rio, José Puig, Acácio Roque, Luís Geraldes e Joaquim Vilela Araújo, assinaram o projeto admitido em 12 de maio de 1994 e votado a 21 de junho de 1995, tendo sido aprovado por unanimidade.


Os meses anteriores a junho de 1995 foram de trabalho político. Em causa não estava apenas a elevação a cidade. Havia um outro objetivo mais ambicioso e fraturante: a pretensão da Lixa ser concelho. Tal como a Lixa, havia um conjunto de terras que queriam a “independência” em relação aos concelhos de origem, tal como Ermesinde, onde viria a ser constituída a associação Promunicipales, que congregava as cidades potenciais municípios que até meados do ano 2000 encetou contactos para “emancipar” as localidades fundadores, entre as quais a Lixa. Vizela, não sendo cidade, estava fora deste lote, mas era quem tinha mais hipóteses de ser independente de Guimarães, o que viria a acontecer em 1998, depois de décadas de luta e de uma promessa do Partido Socialista liderado por António Guterres. O caso de Vizela dava ânimo à Lixa e a outras localidades, como a Trofa, do concelho de Santo Tirso, que conseguiria ser concelho  no final de 1998. Mas ficaram por aqui as terras que conseguiram que a Assembleia da República aprovasse a sua pretensão.
Neste contexto, no caso da Lixa, havia quem mantivesse reservas sobre o primeiro passo do plano que passava pela elevação a cidade para depois se tentar a criação do concelho. A Câmara Municipal de Felgueiras, na altura liderada por Júlio Faria, eleito pelo Partido Socialista, e a Assembleia Municipal, de maioria cor de rosa, sabiam que a Apromolixa, se movimentava nos bastidores com o objetivo da Lixa se emancipar. Mesmo assim, o executivo municipal e a Assembleia pronunciaram-se favoravelmente sobre a elevação da Lixa a cidade. A 18 de abril de 1985, a Apromolixa dirigiu à Câmara uma carta onde apelava à urgência da pronúncia para que fosse possível remete-la para a Assembleia da República, o que demonstra o cuidado com que o poder político lidou com a questão. Na Lixa, o PSD tinha força. Em todos os atos eleitorais, os social-democratas venciam com larga maioria, daí não ser de estranhar que tenha sido um grupo de deputados do PSD a apresentar o projeto de lei na Assembleia da República. 

PUB
PUB

Mais Populares

“Os cidadãos não precisam de qualquer declaração para saírem do concelho”

Na sequência das medidas especiais decretadas para Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, há várias questões que os cidadãos têm colocado.

Fábrica de calçado em Torrados encerra e deixa mais de 100 trabalhadores no desemprego

Uma fábrica de calçado, na freguesia de Torrados, encerrou na manhã de terça-feira. A que o SF apurou...

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas

ÚLTIMA HORA: Vitor Vasconcelos candidato à Câmara

A comissão política do PSD de Felgueiras reuniu na passada quinta feira. Do encontro pode ter saído o nome...

Residentes da Adib Barrosas puderam abraçar familiares

A Adib Barrosas, em parceria com o Município de Felgueiras e com a InterAge conseguiram proporcionar abraços entre seniores e os seus...