4.6 C
Felgueiras
Sexta-feira, Fevereiro 3, 2023

Pub

Quinta de Maderne
InícioBusiness / EmpresasO presente da China para o Mundo em 2023

O presente da China para o Mundo em 2023

PUB

Conteúdo Institucional

O presidente chinês, Xi Jinping, proferiu um discurso alusivo à chegada do novo ano, salientando que a China de hoje está intimamente ligada a todo o Mundo e que no futuro estará ainda mais, desejando a todo o Planeta “um 2023 com paz e boa vontade, felicidade e tranquilidade”.
Muitos analistas internacionais consideraram que a mensagem do Presidente Xi foi inspiradora.
Segundo o dirigente chinês, quando o mundo é bom, a China é boa; quando a China está bem, o mundo fica melhor. Esta é a visão simples e profunda do mundo por parte do partido que governa a China. A história do desenvolvimento do país ao longo do ano passado é a prova cabal de que uma China cujos sonhos foram realizados um após outro, que está cheia de vitalidade e dinamismo, que continua a ter um espírito nacional, mas que está intimamente ligada ao mundo, não só se está a desenvolver a si própria, como também a beneficiar o mundo.
Em 2022, o 20° Congresso Nacional do Partido Comunista da China (PCCh) foi bem-sucedido, iniciando uma nova jornada para a construção integral de um país socialista moderno, tornando-se um novo ponto de partida para os chineses e o mundo unirem as mãos para conseguir um futuro melhor. A China também organizou com sucesso os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Inverno de Pequim, levando esperança para o mundo em turbulência.
No ano passado, a China continuou a manter a sua posição como a segunda maior economia do mundo. O produto interno bruto (PIB) anual deverá exceder 120 triliões de yuans.
Diante da recessão global, a atividade chinesa continuou a manter-se resiliente e vigorosa, sendo o motor mais poderoso do crescimento económico mundial.
No ano passado, a pandemia de Covid-19 continuou em propagação, com o mundo muito afetado pela variante Omicron. Segundo Xi Jinping, o governo chinês defendeu sempre que o povo e a vida humana estão em primeiro lugar, pelo que deu continuidade à prevenção e controlo de forma científica e com precisão, ajustando e aperfeiçoando as medidas de acordo com a evolução da pandemia. O país obteve resultados positivos e significativos na coordenação entre a prevenção e o controlo de casos e o desenvolvimento económico e social. Uma China em recuperação trará mais oportunidades para todos.
Ao longo de 2022, a China manteve contactos estreitos com o mundo. O Presidente Xi Jinping reuniu com os Presidentes dos Estados Unidos e da Rússia, participou na Cimeira do G20 e na Reunião de Líderes Económicos da APEC. O líder chinês recebeu muitos antigos e novos amigos em Pequim, mas também viajou para o estrangeiro, para dar a conhecer as suas opiniões, contribuindo com soluções e sabedoria chinesa para lidar com os problemas mundiais.
Segundo Xi Jinping, a China no futuro criará milagres por meio da luta, buscará a força da união e colocará a esperança na juventude. “É necessário construir amplos consensos por meio da comunicação e consulta para que todos os mais de 1.400 milhões de chineses se esforcem, com vontade comum, rumo ao mesmo objetivo. Quando todos conjugarem os esforços como passageiros de um mesmo barco e unirem as suas vontades numa gigantesca força, atingirão todos os objetivos e superarão todas as barreiras”, concluiu o líder chinês.

Conteúdo Institucional – Ibéria Universal.

Artigo publicado em parceria com a Associação Portuguesa de Imprensa

Pub

Teco

Mais Populares

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Pub

Paulo Alves Terapias

Últimas