Terça-feira, Dezembro 6, 2022

Pub

Quinta de Maderne
InícioBusiness / EmpresasFerrovia de alta velocidade da China contribui para o desenvolvimento global

Ferrovia de alta velocidade da China contribui para o desenvolvimento global

PUB.

Conteúdo Institucional – Ibéria Universal

O dia 21 de Agosto é marcante para a iniciativa “Uma Faixa, uma Rota”.

Nesse dia, uma composição do comboio China-Europa partiu da Estação Portuária Internacional de Xi’an, rumo à cidade alemã de Hamburgo, atingindo a marca das 10 mil viagens 10 dias mais cedo que no ano anterior.

No mesmo dia, efectuou-se a primeira exportação chinesa de comboios de alta velocidade: um conjunto de comboios deste tipo e um conjunto de comboios de testes integrados para a linha ferroviária Jacarta-Bandung, na Indonésia. Um momento importante para a “globalização” do caminho-de-ferro de alta velocidade da China.

Estes dois eventos partilham a mesma palavra-chave: ferrovia. Nos últimos anos, tem havido muitos projectos de cooperação ferroviária na China, que se tornaram a “chave de ouro” para impulsionar o desenvolvimento económico e social local.

Por exemplo, o porto de Duisburg, na região alemã do Ruhr, lutava contra o declínio da indústria do carvão. Com a chegada dos comboios de mercadorias China-Europa, o porto rapidamente se transformou num centro logístico europeu.

De acordo com os dados oficiais divulgados, o Expresso Ferroviário China-Europa funciona em 82 rotas, ligando 200 cidades em 24 países europeus.

Com um volume de operações quase 900 vezes superior ao de 2011 (ano em que foi lançado), tem transportado 50 mil variedades de produtos de 53 sectores, com um valor de mais de 300 mil milhões de euros.

A iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” também beneficia os moradores ao longo da ferrovia de alta-velocidade Jacarta-Bandung. Com a conclusão dessa linha, que liga a capital indonésia à quarta maior cidade, a duração do transporte entre os dois lugares reduziu de mais de três horas para 40 minutos.

No âmbito deste programa “Uma Faixa, Uma Rota”, a China já assinou protocolos de cooperação com mais de 140 países. O volume comercial entre a China e esses países ascendeu, o ano passado, a cerca de 1728 mil milhões de euros. E o investimento da China nesses países totalizou cerca de 20 mil milhões de euros.

A iniciativa “Uma Faixa, Uma Rota” pode considerar-se, pois, como o maior projecto público global, trazendo substanciais e bem visíveis benefícios aos países abrangidos e contribuindo para o desenvolvimento mundial.

Pub

Teco

Mais Populares

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Pub

Paulo Alves Terapias

Últimas