PUB
Inicio Cultura Cuidadores do Património: A Zeladora da 'Jóia do Vale'

Cuidadores do Património: A Zeladora da ‘Jóia do Vale’

A Rota do Românico instituiu o dia do Cuidador do Património.

Celebrada em 2020 pela primeira vez, e repetida este ano, a 18 de outubro, esta iniciativa inédita em Portugal “pretende homenagear todos aqueles que, de forma dedicada e incondicional, zelam e acarinham os nossos monumentos, constituindo também uma inestimável memória viva do local”, refere aquela entidade.

Com a intenção de lembrar os cuidadores, desenvolveu várias ações enquadradas no “Projeto Cuidadores do Património”, um dos 11 vencedores do concurso Histórias do Património Europeu 2020, promovido pelo Conselho da Europa e pela Comissão Europeia.

Para valorizar o seu papel, os seis Cuidadores do Património contactaram com com alunos de estabelecimentos escolares para lhes falar da sua tarefa e do monumento de que cuidam.

Foi o caso da felgueirense Teresa Sampaio que é responsável pela abertura do Mosteiro de Pombeiro, vivendo nas imediações deste monumento local desde o seu casamento.

Emigrou durante 10 anos e, quando regressou, o Padre Sampaio pediu-lhe para ficar com a chave do Mosteiro, abrindo-o sempre que necessário. Além deste aspeto, tem uma longa e ativa participação na paróquia local como cantora no grupo coral, catequista e zeladora de um altar.

A sua ligação do Mosteiro é quase umbilical. “São muitos anos, conheço todos os cantinhos”, explica.

No Mosteiro de Pombeiro viveu também, a nível pessoal, dias importantes na sua vida como o seu casamento e diversas festas religiosas da sua família.

Mosteiro de Pombeiro, monumento nacional, ex-libris do Património concelhio


Para Teresa Sampaio, 65 anos, o Mosteiro de Pombeiro “ficou ainda mais conhecido com a integração na Rota do Românico”.

A cuidadora da “Jóia do Vale” não tem dúvidas que “os turistas ficam encantados com a beleza do Mosteiro”. Recorde-se que o Mosteiro de Pombeiro é monumento nacional desde 1910 e esteve ao abandono durante décadas.

Em meados da década de 90 do século passado, a Câmara de Felgueiras, através da campanha “Salvar Pombeiro” alertou as entidades competentes para a necessidade de recuperar e valorizar o monumento, cuja fundação é anterior à nacionalidade.

A campanha deu frutos. Hoje, o Mosteiro de Pombeiro é um dos monumentos mais visitados da Rota.

PUB
PUB
PUB
PUB

Mais Populares

Atleta terá demonstrado que não estava em condições de continuar o Trail

Já começam a surgir alguns relatos sobre os últimos momentos, em que Marílio Costa Leite, foi visto. Segundo o...

“Os cidadãos não precisam de qualquer declaração para saírem do concelho”

Na sequência das medidas especiais decretadas para Felgueiras, Lousada e Paços de Ferreira, há várias questões que os cidadãos têm colocado.

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas

Edifício do Conservatório de Música vai ser requalificado

O Conservatório de Música de Felgueiras está a funcionar provisoriamente no Centro de Formação Profissional da Indústria do Calçado devido ao facto...

Rota do Românico promove a região na FITUR em Espanha

A Rota do Românico vai estar na FITUR – Feira Internacional de Turismo, que vai ter lugar em Madrid, Espanha, de 19...