PUB
InícioPolítica"A maioria das infeções resulta de convívios familiares alargados"

“A maioria das infeções resulta de convívios familiares alargados”

O Presidente da Câmara de Felgueiras, Nuno Fonseca, emitiu um comunicado na última noite “a relembrar que a vacinação é um dever cívico” e que “a maioria das infeções são resultado de convívios familiares alargados”.

“Felgueiras registou já 55.322 doses de vacinas administradas. De acordo com informação disponibilizada pelo ACeS foram vacinadas 33.935 pessoas com a primeira dose, havendo já 21.387 pessoas com vacinação completa”, começou por dizer.

O autarca mostra-se grato “pelos números” e “pelos profissionais de saúde”.

“Apesar de a vacinação estar a decorrer a bom ritmo, não podemos esquecer os cuidados básicos que nos permitirão alcançar a normalidade mais rapidamente, agora que, infelizmente, voltamos a estar abrangidos por medidas mais restritivas”, sublinhou.

Nuno Fonseca relembrou ainda que “a maioria das infeções resulta de convívios familiares alargados”, apelando à adoção de medidas eficazes. Esta é a primeira vez que o Presidente da Câmara de Felgueiras, anuncia um dos principais motivos de infeção no concelho, no entanto, as medidas aplicadas têm sido destinadas à restauração, cafés entre outros setores de atividade, não havendo por parte do autarca um esclarecimento, se as medidas se justificam nestes locais.

“A vacinação para maiores de 35 anos está já disponível no modelo “casa aberta” pelo que, se tem mais de 35 anos e ainda não foi vacinado, poderá dirigir-se ao Centro de Vacinação, na Casa do Povo da Lixa, sem agendamento prévio, para ser vacinado. Relembro que a vacinação é um dever cívico de cada um de nós e um grande contributo para alcançarmos a estabilidade”, termina.

PUB
PUB
PUB
PUB

Mais Populares

Subscreva a nossa newsletter

Para ser atualizado com as últimas notícias, ofertas e anúncios especiais.

Últimas